BOAS-VINDAS

É uma grande alegria receber a sua visita. Tenho o real desejo de tornar este blog um espaço onde possamos discutir, de forma aberta e sincera, assuntos de interesse profissional para todos aqueles que participam da guerra diária contra a criminalidade e a violência.
As opiniões e comentários serão de essencial importância para o sucesso deste espaço de discussões.

OS ARTIGOS PUBLICADOS PODEM SER COPIADOS, DESDE QUE CITADA A FONTE

sábado, 18 de outubro de 2008

ESTOU DE VOLTA

Viajei à Campo Grande para participar do "FOR-JUS 2008 - INTERNATIONAL FORUM OF JUSTICE", por indicação do Comandante-Geral da PMCE, com a missão de representar a nossa Corporação naquele grandioso evento. Por convite da Fundação Polícia Federal de Apoio ao Ensino e à Pesquisa, na pessoa de seu Presidente Dr. Geraldo Bertolo, proferí palestra intitulada: Oportunidades de capacitação para as forças de ordem pública da Comunidade dos Países de Língua Portuguesa, no I CIMEIRA - Polícias Judiciárias e Científicas dos Países da Língua Portuguesa. Vale salientar que apenas duas corporações policiais militares foram convidadas, o nosso Ceará e a PM de Minas Gerais.
Interessante observar que os policiais de outros países não entendem como podemos realizar as atividades de segurança pública havendo duas polícias estaduais, principalmente pelo distanciamento existente entre elas, apesar de terem atribuições complementares. Nosso modelo é considerado ultrapassado e inoperante.
Estive conversando com o Dr. Pedro do Carmo, integrante do Ministério Público e Diretor Nacional Adjunto da Polícia Judiciária de Portugal, que fez uma explanação sobre a esturutra de segurança pública daquele país. Convenceu-me da necessidade de imediata mudança em nosso sistema. Como é difícil não se deixar influenciar pelas boas práticas.
Já vem ocorrendo há algum tempo um intenso intercâmbio de capacitação entre a Polícia Federal do Brasil e as polícias judiciárias de diversos países de língua portuguesa, inclusive com a possibilidade do ensino à distância. Tive o prazer de conhecer toda esta estrutura através do Clayton Damasceno, Chefe do Serviço de Capacitação e Ensino a Distância da Academia Nacional de Polícia.
Acredito que em breve, com o pleno funcionamento da Academia Estadual de Segurança Pública no Ceará, poderemos participar deste intercâmbio com os países de língua portuguesa, inclusive seguindo o exemplo da Polícia Federal no que se refere ao ensino a distância.

Um comentário:

CAP RENATO - ATI disse...

Venho neste parabenizá-lo pela oportunidade de representar nossa gloriosa instituição em um evento tão importante.